Consultório Sentimental Velopático

No decurso dos já quase dois anos de existência deste espaço de referência velocibernético, um abundante número de mui queridos leitores (é impossível um Velopata conseguir precisar os números correctos por entre os milhares de milhões), tem aproveitado toda a sabedoria, experiência, magnificiência e coiso deste vosso companheiro, palhaço e amigo do duro circo que é a vida …

Continue lendo Consultório Sentimental Velopático

Divisão Velopata – Pedale por onde pedalar, a carocha há-de vir no São João

"Ó Velopata, porque haveis desaparecido dos registos do nosso clube do Strava, na semana de dia nove a quatorze do mês de Julho do ano de Nosso Senhor Joaquim Agostinho?" Isto foi o que vós não haveis questionado, mui queridos leitores. O Velopata, esse vosso companheiro, palhaço e amigo deste duro circo que é a vida …

Continue lendo Divisão Velopata – Pedale por onde pedalar, a carocha há-de vir no São João

Divisão Velopata – Janeiro tem uma carocha por inteiro

O Velopata trabalhava em sintonia, através de uma vídeo-conferência com reputados cientistas, técnicos, investigadores e pensadores das mais grandes e prestigiadas Universidades deste planeta, nos complicados cálculos físico-quântico-químico-aritméticos do grandioso clube do Strava que é a Divisão Velopata, quando o ícone de um novo comentário publicado no feed facebookiano lhe captou a atenção. Clicando naquele botãozinho, nada podia …

Continue lendo Divisão Velopata – Janeiro tem uma carocha por inteiro

Eu não estou aqui. Isto não está a acontecer.

I´m not here. This isn´t happening. Thom Yorke dos Radiohead in How to Disappear Completely, álbum Kid A   666. Diz a cultura apostólica evangelista católica greco-romana coiso (e também berravam esganiçadamente os Iron Maiden), que seiscentos e sessenta e seis é o número da Besta. Como o mui querido leitor por esta hora já estará farto de saber, …

Continue lendo Eu não estou aqui. Isto não está a acontecer.

Chave Dicotómica para identificação de clientes de lojas velocipédicas – Parte II

Esse Natal, época festiva que à semelhança de outras é velocipédicamente cognominada de época de engorda, foi bom? Muitas prendas boas no sapatinho de encaixe? Mimaram as vossas máquinas, fiéis montadas, corcéis de carbono de alto módulo? Claro que sim, o Velopata nem espera outra coisa de quem gasta o seu precioso tempo neste nosso …

Continue lendo Chave Dicotómica para identificação de clientes de lojas velocipédicas – Parte II

A Odisseia Algarvia 2017: A Maldição da Figueira – parte I

Yo no creo en brujas... Pero que las hay, las hay... Ditado popular castelhano, autoria desconhecida.   04:30 da madrugada de domingo, 08 de Outubro do ano de Sua Santidade Joaquim Agostinho de 2017. Pelas paredes do adormecido quarto velopático ecoa a melancólica voz de Dot Allison na fabulosa faixa que é "Dirge" dos Death …

Continue lendo A Odisseia Algarvia 2017: A Maldição da Figueira – parte I