Chave Dicotómica para identificação de clientes de lojas velocipédicas – Parte II

Esse Natal, época festiva que à semelhança de outras é velocipédicamente cognominada de época de engorda, foi bom? Muitas prendas boas no sapatinho de encaixe? Mimaram as vossas máquinas, fiéis montadas, corcéis de carbono de alto módulo? Claro que sim, o Velopata nem espera outra coisa de quem gasta o seu precioso tempo neste nosso …

Continue lendo Chave Dicotómica para identificação de clientes de lojas velocipédicas – Parte II

A Odisseia Algarvia 2017: A Maldição da Figueira – parte I

Yo no creo en brujas... Pero que las hay, las hay... Ditado popular castelhano, autoria desconhecida.   04:30 da madrugada de domingo, 08 de Outubro do ano de Sua Santidade Joaquim Agostinho de 2017. Pelas paredes do adormecido quarto velopático ecoa a melancólica voz de Dot Allison na fabulosa faixa que é "Dirge" dos Death …

Continue lendo A Odisseia Algarvia 2017: A Maldição da Figueira – parte I

A última pedalada de 2016

"A minha época já acabou e não estou para sofrer. Hoje é tranquilo." - dizia o gajo, dizimado pelos primeiros membros do grupo que saíram a ressabiar entre eles. Que ciclista não ouviu um comparsa proferir estas palavras? Regra geral, quando estas primeiras desculpas se fazem ouvir no início de uma group ride sabemos que serão esses os …

Continue lendo A última pedalada de 2016