Uma Escapadela Altimétrica – a primeira parte do Capítulo Final

- Tenho quase a certeza, a subida para a Torre pela Covilhã está fechada ao trânsito hoje. A dura realidade das palavras proferidas pela Senhora do Hotel atingia Velopata e Agente da Autoridade Anónimo (AAA), com a potência de um soco no estômago, faces torcidas em esgares que qualquer transeunte connoisseur o identificaria - aquela …

Continue lendo Uma Escapadela Altimétrica – a primeira parte do Capítulo Final

Arades e Sobreires – um longo sábado de treino

O Velopata acordou com aquela sensação de vazio cerebral, bafo capaz de trucidar o mais formoso dos malmequeres e a barba molhada, fruto da baba que muito provavelmente escorria devido ao sonho de uma pedalada montado numa lindíssima Cannondale Synapse toda montada em Ultegra. Verdade seja escrita, aquilo não foi bem acordar. Assemelhou-se mais a …

Continue lendo Arades e Sobreires – um longo sábado de treino

Pediatria velopática

O Velopata lá conseguiu chegar ao sofá que, tantos anos depois, já deixou de ser novo. Pousou o andarilho em carbono, daquele que é mesmo só carbono, 100% carbono, full aero carbono, e chocalhando todas as artrites, artroses, reumáticos e reumatóides, conseguiu sentar-se no sofá. Esticando-se, quase arranjou uma nova hérnia enquanto pegou no comando remoto da …

Continue lendo Pediatria velopática