Commute Apeado

Zuuummmm, Zuuuummmm, Zuuuummmm.... (fraquinha onomatopeia representativa do som da máquina velopática de auto-tortura, que mais se assemelha a um avião Jumbo alevantando vôo nos confins do lar velopático e que muitos mui queridos leitores reconhecerão sob a nomenclatura técnico-táctica de Rolo de Treino) - Podes parar com isso um bocado? Preciso de falar contigo. - notou a Srª …

Continue lendo Commute Apeado

Meio Evereste

Algo impensável ocorreu neste vosso espaço de referência velointernética, um tenebroso acontecimento que o próprio Velopata jamais podia prever. Uma INVERDADE (à semelhança da classe política, um Velopata não mente), foi publicada. Certamente o mui querido leitor nem s´acardita; como foi possível o Velopata ludibriar, qual Berardo da Velocipedia, a sua horda de milhares de milhões de seguidores? Mas em …

Continue lendo Meio Evereste

A Odisseia Algarvia 2017: A Maldição da Figueira – parte II

De estômagos carregados de fatias douradas e pastéis de nata, hidratados com limonada fresquinha e excitados com cafeína, também ela fresquinha, com a motivação ao rubro pela carta da queridíssima Lioness of Porches, a horda velopática deixou o Germano Biciarte Café para trás, lançando-se em direção ao IC1. Um Itinerário Complementar, no vulgo IC, designa …

Continue lendo A Odisseia Algarvia 2017: A Maldição da Figueira – parte II

Actualização da Odisseia Algarvia 2017

2 dias. Velopata e a sua Estrela Vermelha já contam as horas, minutos e segundos para se lançarem no alcatrão, calcorreando o total de 508,5 quilómetros e 7062 metros de desnível positivo acumulado, que os aguarda este domingo. Mas se o querido leitor pensa que a Odisseia Algarvia do presente ano será um festival de …

Continue lendo Actualização da Odisseia Algarvia 2017

Tróiapocalipse Now

"The bullshit piled up so fast in Vietnam, you needed wings to stay above it." Capitão Benjamin Willard in Apocalypse Now, de Francis Ford Coppola Durante dois dias o Velopata procurou um adjectivo que pudesse descrever, o mais sucintamente possível, o que foi participar no Tróia-Sagres 2016. Horrível.  Na frase que introduz este texto, proferida pelo Capitão Benjamim Willard, no brilhante filme que …

Continue lendo Tróiapocalipse Now