Muda-fraldas 2 – A Chupeta contra-ataca

O Velopata preparou tudo. Bidons com água fresca e toalhas para limpar o súor. Sentou o Velopatazinho no rolo da Fisher-Pricecoiso, colocado ao lado da sua própria máquina de auto-flagelação da Tacx, e rematou; "Filhote, siga carregar?" E seguindo a ordem de comando, de imediato iniciou o seu treino. A seu lado o Velopatazinho manteve-se em …

Continue lendo Muda-fraldas 2 – A Chupeta contra-ataca

Muda-Fraldas 2 – O Regresso, Parte I

O Velopata esponjou-se no seu belo sofá, taçinha de variados frutos secos numa mão e cerveja na outra. "Passas-me o comando?" - pediu à Srª Velopata. "Para quê?". "Para ver uma coisa.". "Nem penses. Estou a ver isto.". "Tu estavas em modo de vida suspenso, se estavas a ver alguma coisa era para dentro.". "Não …

Continue lendo Muda-Fraldas 2 – O Regresso, Parte I

Final da Análise anual velopatóide

Abatido. Cabisbaixo. Murcho. Engripado. Adjectivos que descrevem o estado atual do Velopata. Nem tempo tem para os rolos tem e o Cangalho já deu sinal; assim como numa relação conjugal as fêmeas arruínam o tantra queixando-se de falta de atenção, o mesmo ocorre com as bicicletas. Ao mínimo sinal de menor atração pela dureza do selim …

Continue lendo Final da Análise anual velopatóide

A morfologia de um Velopata

O Velopata acordou como tantas vezes tem acordado nos últimos dias. Cedo demais e com uma gata esfomeada aos saltos no corpo ainda entorpecido pelo sono. Tomou um pequeno almoço carregado, antevendo um treino pesado, enquanto a gata o acompanhou, alimentando-se de 3 a 4 pedaçitos de ração. A cara-de-pau desta felina. Um escândalo para que o casal Velopata …

Continue lendo A morfologia de um Velopata