Nom, ou a Vã Glória de Enlatar

O Velopata não sabe como foi ali parar. Um ensurdecer turbilhão, qual enxame das profundezas do inferno, pulsava e voltava a pulsar como quem pulsa mesmo num longo eco pelo cérebro velopático. Olhando em volta, o horrorizado Velopata deu por si num daqueles tão abomináveis maralhais de bichos humanos. O êxtase que brotava dos olhos …

Continue lendo Nom, ou a Vã Glória de Enlatar

Uma publicação escobiosa

Algo há que copiosamente flui da face de todo o bicho humano que experimenta a sensação do acto de revolução dos pedais. Algo acolhedor e confortante que inunda a alma. O descartar de fatos, gravatas, uniformes da labuta quotidiana. O dissipar de hierarquias, títulos ou qualificações, unidos sob uma mesma bandeira de força motriz. O …

Continue lendo Uma publicação escobiosa