Divisão Velopata – Quando Maio chegar, é preciso encarochar

O quinto mês de Maio deste ano de Nosso Senhor Joaquim Agostinho de 2020 trouxe o regresso da labuta velopatóide aos complicados cálculos físico-químico-quânticos do maior clube strávico que há memória, a Divisão Velopata, fruto da transformação do Estado de Emergência em Estado de Calamidade acompanhando o fim do Isolamento Social e regresso à normalidade. …

Continue lendo Divisão Velopata – Quando Maio chegar, é preciso encarochar

Let´s talk about Se…

Em antes de iniciar as hostilidades, o Velopata deve, desde já, deixar uma nota ao mui querido leitor; se aqui vindes em busca de uma publicação subordinada à prática do Amor Bom, podeis ir tirando a Bicicletinha da chuva. Segurança. Nome feminino. Acto ou efeito de segurar. Qualidade do que é ou está seguro. Conjunto …

Continue lendo Let´s talk about Se…

Aquela publicação de Revelhão

Sempre que o Velopata ou seu heterómónimócoiso com alguém troca impressões sobre a possível colaboração numa prazerosa pedalada, três importantes questões sempre se alevantam; - Que ritmo? - Quanto é que isso tem de Acumulado? - Quantos quilómetros? Ao que invariavelmente, e conhecendo o mui querido leitor a honestidade velopática, a resposta não varia muito; - No …

Continue lendo Aquela publicação de Revelhão

Divisão Velopata – O amuo de Fevereiro, mata o carocheiro

Mandar vir. Do latim, mando are. Verbo transitivo que significa; dar ordens a, dar a ordem de, ordenar, exigir, governar ou reger. in Diccionário Priberam de Língua Portuguesa. Este é o mote para a habitual dissertação velopática em antes de mais uma análise à prestação dos membros dessa grandiosa elite strávica que é a Divisão Velopata, durante o transacto mês de …

Continue lendo Divisão Velopata – O amuo de Fevereiro, mata o carocheiro