Buzinadelas da vida

O dia começou como outros tantos no quotidiano velopático. O Velopata deixou o conforto do lar para se deslocar até lá onde ele afincadamente labuta como quem afincadamente labuta mesmo, ao comando da sua Cappuccino que importa reiterar como quem reitera mesmo, é uma Bicicleta dobrável de roda 20". Aproximando-se da primeira intersecção alcatroada que …

Continue lendo Buzinadelas da vida

Uma Escapadela Altimétrica – parte I

Contraste. Substantivo Masculino. Oposição ou variação de luz, tons ou cores. Diferença considerável. Comparação para verificar diferenças. Oposição entre pessoas ou coisas. in Diccionário Priberam da Língua Portuguesa.   Se uma palavra existe que permita ao Velopata descrever sucintamente o que foram aqueles três dias de Escapadela Altimétrica à qual ele (o Velopata), acompanhado do seu …

Continue lendo Uma Escapadela Altimétrica – parte I

Meio Evereste

Algo impensável ocorreu neste vosso espaço de referência velointernética, um tenebroso acontecimento que o próprio Velopata jamais podia prever. Uma INVERDADE (à semelhança da classe política, um Velopata não mente), foi publicada. Certamente o mui querido leitor nem s´acardita; como foi possível o Velopata ludibriar, qual Berardo da Velocipedia, a sua horda de milhares de milhões de seguidores? Mas em …

Continue lendo Meio Evereste

Por uma educação com pedalada

Não será nenhuma novidade para os mui queridos milhares de milhões de seguidores que durante os já cerca de dois anos e uns trocos de existência deste vosso espaço de referência velointernético, o Velopata recebeu inúmeras mensagens com os mais variados tópicos. Desde auxílio na incessante busca pelo nirvana velocipédico a básicas questões em relação a componentes …

Continue lendo Por uma educação com pedalada

A tomada da Mítica EN2 – parte II

Se algum dos mui habituais seguidores deste espaço velocibernético visse o Velopata, enquanto ele mais ou menos se sentia a rebolar pelos corredores do humilde estabelecimento de pernoita com uma só estrela, felizmente Michelin, jamais alguém acarditaria que ele era efectivamente o Velopata, esse mundialmente famoso Ciclista de compleição somali pontuado com anorexia nervosa, escassos minutos em antes de se lançar …

Continue lendo A tomada da Mítica EN2 – parte II

Uma publicação sobre uma não-publicação

Não é desespero. Também não é nervoso. Seja ele miudinho ou graúdo. Será ansiedade? Nos dias que antecedem um Grande Objectivo, uma Grande Volta, a incessante busca do nirvana velocipédico, há algo que o Velopata faz mal. Dormir. O sono recuperador. Atormentado por todos os receios, medos, cagufas e todos os pesadelos que só o cérebro …

Continue lendo Uma publicação sobre uma não-publicação

Uma questão de pêlo

"Aaaaaiiiii! Socorro!" - gritou a Srª Velopata a uma frequência cardíaca que nem ela sabia ser capaz. Prostados no sofá diante da televisão que ainda não é smart, o Velopata partilhava com o seu mais-que-tudo rebento Velopatazinho ternurentos momentos com os ensinamentos teóricos munidos de exemplos práticos necessários a vencer uma prova World Tour do grandioso nível que …

Continue lendo Uma questão de pêlo

Dia Mundial do Piquenique Enlatado

Foi na véspera de mais um dia santo velopático, conhecido pelos comuns mortais como o feriado de Primeiro de Maio, que o Velopata, sentindo aquela depressão pré-pedalada que o atinge sempre que observa os mapas strávicos, procurando e desenhando percursos já tantas outras vezes percorridos, uma vã demanda de novas estradas e alcatrão, que a mensagem de …

Continue lendo Dia Mundial do Piquenique Enlatado

O primeiro passeio… Que era uma corrida… Que era um passeio… Que afinal era uma corrida!

Corria o ano de Sua Santidade Joaquim Agostinho de 2013, quando o anúncio de um passeio velocipédico se destacou no feed facebookiano do ainda então velocipédicamente imberbe e maçarico heteromónimocoiso do Velopata. Organizado pela associação Rodactiva, sediada em Castro Marim, essa bela localidade algarvia que o Velopata já conhecia das suas visitas à então desconhecida mas actualmente insuportavelmente atulhada …

Continue lendo O primeiro passeio… Que era uma corrida… Que era um passeio… Que afinal era uma corrida!