O Campeão do Mundo que afinal não era Campeão do Mundo

O Velopata seguia flagelando suas pernas ao longo do reconhecido segmento strávico "Califórnia-Salir", uma brutal subida de um vírgula vinte e cinco quilómetros de extensão onde a local sinaléctica de trânsito indica uns horríveis dez por cento de inclinação, o Strava indica apenas nove (muito melhor!), no entanto, ele não conseguiu deixar de reflectir como …

Continue lendo O Campeão do Mundo que afinal não era Campeão do Mundo

Como desmotivar um Ciclista

Toda esta nova era moderna terá provavelmente tido a sua génese com o Mister desse desporto menor da bola que é José Mourinho. Para os que regularmente acompanham esse ridículo desporto que são vinte e dois moçes correndo e chutando e pontapeando e cabeçeando um objecto esférico de poliuretano de um lado para o outro, …

Continue lendo Como desmotivar um Ciclista

Divisão Velopata – Dezembro quer carocha no ar e Bicicleta a pedalar

Com o término do mês de Dezembro do ano de Nosso Senhor Joaquim Agostinho de dois mil e dezoito, o Velopata sentiu finalmente uma espécie de alívio; se por um lado ele confirmou conseguir cumprir com o seu objectivo de labuta pro bono a que se propôs no início do ano, por outro lado ele está radiante …

Continue lendo Divisão Velopata – Dezembro quer carocha no ar e Bicicleta a pedalar

Divisão Velopata – Em Novembro põe tudo a encarochar pode o Sol não tornar

Como em inúmeras outras ocasiões, o Velopata chegou exausto ao conforto do lar findo um treino de cento-e-tal quilómetros, calcorreando o duro sobe e desce da serra algarvia em modo armado ao herói do Tour de fim de semana. Por se tratar de um dia na qual a previsão do ciclo menstrual de São Pedro …

Continue lendo Divisão Velopata – Em Novembro põe tudo a encarochar pode o Sol não tornar

Divisão Velopata – Ao Fevereiro e ao ciclista perdoa tudo quanto faz, se Fevereiro não for ressabiado nem o ciclista encarochado

Fevereiro é o mês do nirvana velocipédico no reino do Algarve. Ou Allgarve. Ou Hellgarve, de acordo com as sensações nas pernas de alguns. Para além da presença de alguma elite ressabiada do pelotão profissional World Tour nas nossas estradas com a Volta ao Algarve (eficazmente coberta pelo Velopata aqui), há espaço para mais três eventos de ciclismo …

Continue lendo Divisão Velopata – Ao Fevereiro e ao ciclista perdoa tudo quanto faz, se Fevereiro não for ressabiado nem o ciclista encarochado

Divisão Velopata – Em Novembro dá tudo a pedalar, pode o Sol não tornar

"Se quiseres mete o teu ritmo que depois apanho-te na descida." Foi com estas palavras que Papa-Figos, comparsa de pedalada do dia e homem cujos pistons são nutridos e mantidos com base numa única e exclusiva dieta à base de Ficus carica, fez o Velopata perceber o crasso erro que havia cometido no que à indumentária …

Continue lendo Divisão Velopata – Em Novembro dá tudo a pedalar, pode o Sol não tornar

A Odisseia Algarvia 2017: A Maldição da Figueira – parte I

Yo no creo en brujas... Pero que las hay, las hay... Ditado popular castelhano, autoria desconhecida.   04:30 da madrugada de domingo, 08 de Outubro do ano de Sua Santidade Joaquim Agostinho de 2017. Pelas paredes do adormecido quarto velopático ecoa a melancólica voz de Dot Allison na fabulosa faixa que é "Dirge" dos Death …

Continue lendo A Odisseia Algarvia 2017: A Maldição da Figueira – parte I

Avaliação velopatóide: Assos MilleSock Evo 7

Assos. A marca é sinónimo de gajos bons a guardar o dinheiro dos outros sem pagar os devidos impostos, delicioso chocolate que dir-se-ia sair direto das tetinhas das vacas mimosas, queijo com buracos, canivetes jeitosos e montanhas vivas com o som da música (ou isso era na Áustria? Verdade seja dita, o Velopata já não vê …

Continue lendo Avaliação velopatóide: Assos MilleSock Evo 7