Divisão Velopata – A Corona de Março e o Covid de Abril, Maio vil?

- Por favor, mantenham-se em casa. Se necessitar sair, siga as recomendações da Direcção Geral de Saúde.   O som das colunas equipando o enlatado civil que circulava pelas imediações do bairro velopático matraqueou o som do televisor alembrando tudo e todos das indicações do Governo quanto ao vigente Estado de Emergência. De sua sacada, o …

Continue lendo Divisão Velopata – A Corona de Março e o Covid de Abril, Maio vil?

A indumentária mais linda

Jovem; Se tens mais de três anos de idade, já tiveste piolhos, sarampo e papeira, gostas de pedalar, sabes mexer nas coisas da internet, tens um contrato de trabalho estável (se bem que eirios auferidos por Ciclistas a Recibos Verdes também são bem-vindos), e tens acesso a um cartão multibanco com plafond suficiente, não percas …

Continue lendo A indumentária mais linda

Chave Dicotómica para identificação de clientes de lojas velocipédicas – Parte III

Agora que já todos atingimos a marca dos 5 quilogramas de peso excessivo findo o período festivo de Natal e Passagem de Ano, o Velopata termina hoje a sua contribuição para a melhoria da qualidade de vida de todos os que habitam nesse ecossistema que são as lojas de especialidade velocipédica, publicando o final da …

Continue lendo Chave Dicotómica para identificação de clientes de lojas velocipédicas – Parte III

O primeiro Tour do Velopatazinho – a chegada aos Campos Elíseos

O Velopata acorda. Sentado na mesa da cozinha, sorve lentamente o iogurte natural biológico condimentado com uma colherada de mel que escorre sobre a mistura de aveia e frutos secos. Observa os azulejos brancos da parede mas, na realidade, a sua mente viaja... Está lá, na França.  Cafézada na varanda, agora sem o acompanhamento da famigerada cigarrada. …

Continue lendo O primeiro Tour do Velopatazinho – a chegada aos Campos Elíseos

Tabaco e Aguardente transformam o são em doente

0,02 anos. 0,23 meses. 168 horas. 10080 minutos. 604800 segundos. 6048000000 milisegundos. 6048000000000 microsegundos. 604800000000000000000000000000000000000000000000000 nanosegundos. Ou seja, 7 dias. Há 7 dias que o Velopata não deposita alcatrão nos seus pulmões ou mesmo um cigarro toca os seus lindos beiços. Com certeza o sempre interessado leitor questionará o Velopata sobre como está a ser …

Continue lendo Tabaco e Aguardente transformam o são em doente

Bambis, Caracóis e Crocodilos – uma aventura ao Alqueva, Parte II

Refeitos dos extenuantes 160 quilómetros pedalados até São Matias, bidons carregados de água e bebida isotónicocoiso, com o pandulho cheio o dueto lançou-se ao alcatrão seguindo as indicações da simpática colaboradora do restaurante (que actualmente já ninguém trabalha em lado nenhum, tudo colabora), habitualmente ignorando a previamente preparada rota do Velopata. Seguia o Falso Lento …

Continue lendo Bambis, Caracóis e Crocodilos – uma aventura ao Alqueva, Parte II