Um conto de arrepiar

Tómané acordou como em tantos outros fins de semana acordara; tomou um pequeno-almoço suficiente para fazer marchar toda uma legião romana e... - Ó Velopata, ma´ que raios de maneira de começar um conto é essa? - reclamará o mui querido e cheio de razão leitor. Era uma vez. Assim é que é. Era uma …

Continue lendo Um conto de arrepiar

Divisão Velopata – Em Julho nunca a Carocha fez barulho

Ficará escrito nos anais da História, ou Estória ou lá como raios agora se escreve com este Acordo Ortográfico próprio para glutenofílicos, que a calamidade terá tido sua génese com a tampa que um virgem (o Velopata não se refere a essa aldrabice do Zodíaco), levou de uma moça de Ermesinde. E por tampa, entenda-se, …

Continue lendo Divisão Velopata – Em Julho nunca a Carocha fez barulho

Divisão Velopata – Desconfinamento de Junho, Carocha do mundo

O impensável, o inimaginável, a tragédia, o drama, o horror, ocorreram. Uma infindável consternação abateu-se sobre este vosso companheiro, palhaço e amigo do duro circo que é a vida do pedal. Durante este transacto mês de Junho do ano de Nosso Senhor Joaquim Agostinho de 2020, o Velopata contabilizava 216 membros no maior clube strávico …

Continue lendo Divisão Velopata – Desconfinamento de Junho, Carocha do mundo

Quem tramou o Ciclismo Profissional?

"Se este ano o Tour não se realizar, talvez só três equipas profissionais sobrevivam." Rigoberto Úran Ciclista Profissional da equipa EF Pro Cycling   As palavras de Úran ecoaram pelo cérebro velopatóide, lembrando-o de semelhante afirmação proferida por Patrick Lefevere, actual Boss da Deceuninck-Quick Step, que também associou o cancelamento do Tour ao colapso do Ciclismo …

Continue lendo Quem tramou o Ciclismo Profissional?

Dia de pausa

Pausa. Substantivo feminino. Suspensão de acção ou movimento. Interrupção momentânea. Intervalo. in Diccionário Priberam da Língua Portuguesa, versão apta para glutenofílicos   Todos precisamos de uma pausa. Pelo menos é o que diz a ancestral sabedoria popular. Particularmente, todos precisamos de uma pausa da pedalada porque estamos cansados. E todos sabemos que pedalar cansado pode originar …

Continue lendo Dia de pausa

Porque odeia o enlatado – parte I

Recentemente, culminou uma mini-série de seis documentários no Cánau Dizcóveri (que lido em português correcto, ao contrário do estranho sotaque televisivo, será algo como Canal Discovery), que muito aprouve ao casal Velopata (à hora de emissão, o Velopatazinho já simulava rolos de treino no Vale dos Lençóis, ainda assim é firme convicção velopática que chegando …

Continue lendo Porque odeia o enlatado – parte I

Uma Escapadela Altimétrica – parte I

Contraste. Substantivo Masculino. Oposição ou variação de luz, tons ou cores. Diferença considerável. Comparação para verificar diferenças. Oposição entre pessoas ou coisas. in Diccionário Priberam da Língua Portuguesa.   Se uma palavra existe que permita ao Velopata descrever sucintamente o que foram aqueles três dias de Escapadela Altimétrica à qual ele (o Velopata), acompanhado do seu …

Continue lendo Uma Escapadela Altimétrica – parte I

Divisão Velopata – Maio frio e Junho quente, boa carocha e empeno valente

Junho. O sexto mês do calendário apostólico, evangélico, adventista e greco-romano ou lá o que é, marcando aquele que é o miolo de um ano de Nosso Senhor Joaquim Agostinho. Um mês marcado por fortes emoções, não só por entre a nata da nata da velocipedia strávica que é a Divisão Velopata, mas também pelo mundo civil …

Continue lendo Divisão Velopata – Maio frio e Junho quente, boa carocha e empeno valente

Commute Apeado

Zuuummmm, Zuuuummmm, Zuuuummmm.... (fraquinha onomatopeia representativa do som da máquina velopática de auto-tortura, que mais se assemelha a um avião Jumbo alevantando vôo nos confins do lar velopático e que muitos mui queridos leitores reconhecerão sob a nomenclatura técnico-táctica de Rolo de Treino) - Podes parar com isso um bocado? Preciso de falar contigo. - notou a Srª …

Continue lendo Commute Apeado