Divisão Velopata – Se a Carocha não erra caminho, tê-la-ei pelo São Martinho

"Difícil" será um adjectivo que nem consegue sequer aproximar-se do quão complicado é encontrar uma palavra que consiga descrever sucintamente o que foi este décimo primeiro mês do ano de Nosso Senhor Joaquim Agostinho de dois mil e dezanove que é Novembro. Primeiros, foi o encontro com um Guerreiro tombado na berma da estrada, horrenda …

Continue lendo Divisão Velopata – Se a Carocha não erra caminho, tê-la-ei pelo São Martinho

Se os Partidos Políticos fossem… Bicicletas

Em antes que o mui querido leitor novamente perda (Perca fluviatilis é um peixe), mais algum do seu precioso tempo a ler como quem lê mesmo mais uma publicação velopática, é deveras essencial que atente a uma importante ressalva, já muitas vezes escrevinhada pelo Velopata. Ele (o Velopata), não tem nenhuma afinidade política ou, de algum modo, pretende influenciar …

Continue lendo Se os Partidos Políticos fossem… Bicicletas

Divisão Velopata – Para encarochar, deixa Setembro acabar

O ocaso velocipédico. Se o mês de Nosso Senhor Joaquim Agostinho de Setembro algo significa para um Velopata, mais não é que o início do ocaso velocipédico. Os dias começam a encurtar, o calor bom esfuma-se (lembrem-se que moçes de compleição física a roçar o etíope bulímico-anoréctico, como é o caso deste vosso companheiro, palhaço …

Continue lendo Divisão Velopata – Para encarochar, deixa Setembro acabar

Os Dez Mandamentos Velocipédicos – versão urbana

Foi encontrado morto em sua casa. A Jardim da Escócia (Scotland Yard, em cámone), tomou conta do ocorrido, registando o óbito a 5 de Novembro do Ano de Sua Ainda-Desconhecida e Futura Santidade Joaquim Agostinho de 1922. Lorde Carvanon, um reconhecido antropofilíaco obstinado com relíquias egípcias, batia a bota. Atónitos com a macabra cena que presenciaram ao …

Continue lendo Os Dez Mandamentos Velocipédicos – versão urbana