Uma Escapadela Altimétrica – parte II

O Velopata comandava a Estrela Vermelha serra acima, a Torre já iminente no horizonte. O nosso querido astro brilhava pleno no alto mas a Temperatura não era sufocante. O eterno inimigo vento frontal, fraco ou ausente, sintoma de que a rameira do São Pedro ainda devia dormitar. R.p.m após r.p.m., o Velopata aproximava-se do objectivo de …

Continue lendo Uma Escapadela Altimétrica – parte II

Quarenta

Os copos que não bebi Os discos que não toquei Os poemas que não li Os filmes que nunca vi As canções que não cantei Meus amigos, importante é o sorriso Para seguir viagem Com a coragem que é preciso Não adianta, deitar contas à vida A ternura dos quarenta Não tem conta, nem medida …

Continue lendo Quarenta

Muda-Fraldas

"Devias pegar nela e levá-la a passear pelas estradas onde normalmente pedalas.". Foi com esta recomendação de asno que um casal amigo sugeriu um passeio que permitisse à Srª Velopata conhecer as estradas e vilarejos onde o Velopata pode ser encontrado no seu habitat natural. Não satisfeitos com a brilhante ideia, o casal agora-já-não-tão-amigo insistia; "Por questões …

Continue lendo Muda-Fraldas