Consultório Velocipédico Pandémico

Se sobreviver até Outubro deste ano de Nosso Senhor Joaquim Agostinho de 2020, este vosso espaço de referência velointernética celebrará 4 anos de existência. Ao longo destes alucinados anos, milhares de milhões de leitores têm aproveitado toda a magnificiência velopatóide para inspiração mas não só - inúmeras mensagens e emails são enviados diáriamente a este …

Continue lendo Consultório Velocipédico Pandémico

The Walking Covid

...It´s Nature´s way of telling you someting´s wrong... in Nature´s way, dos This Mortal Coil no álbum Blood   Através das estilosas orelhas dilatadas, as fantasmagóricas vozes de Deidre Rutkowski e Alison Limerick acompanhadas da melancólica orquestra de cordas ecoavam pelo cérebro velopático enquanto avançava pelos corredores vazios do Centro Comercial, concentradíssimo que nem um …

Continue lendo The Walking Covid

Uma Escapadela Altimétrica – finalmente, o Capítulo Final

- Estás bem? - Não. Ele sente-se que nem um esfregão da louça esquecido ao Sol durante vários dias. -  Pois, costumas subir melhor... - Cada centímetro que ele subiu foi como tentar espremer um litro de água desse esfregão da louça ressequido.   No cume do topo mais em alto de Portugal Continental, a mítica Torre, …

Continue lendo Uma Escapadela Altimétrica – finalmente, o Capítulo Final

Uma Escapadela Altimétrica – parte II

O Velopata comandava a Estrela Vermelha serra acima, a Torre já iminente no horizonte. O nosso querido astro brilhava pleno no alto mas a Temperatura não era sufocante. O eterno inimigo vento frontal, fraco ou ausente, sintoma de que a rameira do São Pedro ainda devia dormitar. R.p.m após r.p.m., o Velopata aproximava-se do objectivo de …

Continue lendo Uma Escapadela Altimétrica – parte II

Divisão Velopata – Abril engripado, sete vezes encarochado

Quando a vida te der limões, faz limonada. in Epitáfio de Marshall Pinckney Wilder   Limões. É o plural que resume o velopático mês de Abril deste ano de Nosso Senhor Joaquim Agostinho de dois mil e dezanove. Um conjunto de frutos de forma esférica, casca dura e côr amarelada ou esverdeada, cuja polpa se encontra …

Continue lendo Divisão Velopata – Abril engripado, sete vezes encarochado

Por uma educação com pedalada

Não será nenhuma novidade para os mui queridos milhares de milhões de seguidores que durante os já cerca de dois anos e uns trocos de existência deste vosso espaço de referência velointernético, o Velopata recebeu inúmeras mensagens com os mais variados tópicos. Desde auxílio na incessante busca pelo nirvana velocipédico a básicas questões em relação a componentes …

Continue lendo Por uma educação com pedalada

A tomada da Mítica EN2 – parte III

Tendes a certeza que aquilo são relâmpagos? O Velopata questionava o Agente da Autoridade Anónimo numa extenuante luta entre conseguir injectar golfadas de precioso oxigénio nos pulmões tentando não bolsar quiçá até regurgitar as anteriores opções alimentares proporcionadas pela visita ao McDonald´s biseuense forrada pelas sobremesas gentilmente fornecidas por Professor Carochas, no decurso de uma excruciante subida para Fail, incontornável …

Continue lendo A tomada da Mítica EN2 – parte III

Divisão Velopata – A carocha de Julho, no alcatrão não faz barulho

Se palavra existe que descreve o que foi este mês de Julho no seio da elite velocipédica do mais grandioso clube strávico que é a Divisão Velopata, essa palavra é... Revelação. Desde a revelação da existência de mais um marafado por terras de Sua Majestade Brexitiana, que com alergias e asma e maleitas e doenças é capaz …

Continue lendo Divisão Velopata – A carocha de Julho, no alcatrão não faz barulho