Edição Especial – Um Conto Natalício

Há muito, muito tempo atrás... Aliás, há tanto tempo atrás que já ninguém neste Terceiro Calhau a contar do Sol se alembra da data, numa longínqua cidade belga cujo nome é tão difícil de pronunciar que também já vivalma consegue alembrar-se onde foi, era uma vez um petiz de nome Eddy. Eddy era orfão, sendo sua …

Continue lendo Edição Especial – Um Conto Natalício

Divisão Velopata – Carocha cheia em Março trovejada, trinta dias é molhada

No decorrer das últimas publicações subordinadas ao mais grande clube strávico que há registo, a Divisão Velopata, ele (o Velopata), optou por privilegiar a publicidade ao evento que ficará na sua memória (não pela deplorável adesão mas sim devido aos companheiros, palhaços e amigos que marcaram presença, a boa disposição partilhada e a quantidade de mins Stout ingeridas), assim …

Continue lendo Divisão Velopata – Carocha cheia em Março trovejada, trinta dias é molhada

Por uma educação com pedalada

Não será nenhuma novidade para os mui queridos milhares de milhões de seguidores que durante os já cerca de dois anos e uns trocos de existência deste vosso espaço de referência velointernético, o Velopata recebeu inúmeras mensagens com os mais variados tópicos. Desde auxílio na incessante busca pelo nirvana velocipédico a básicas questões em relação a componentes …

Continue lendo Por uma educação com pedalada

Consultório Sentimental Velopático

No decurso dos já quase dois anos de existência deste espaço de referência velocibernético, um abundante número de mui queridos leitores (é impossível um Velopata conseguir precisar os números correctos por entre os milhares de milhões), tem aproveitado toda a sabedoria, experiência, magnificiência e coiso deste vosso companheiro, palhaço e amigo do duro circo que é a vida …

Continue lendo Consultório Sentimental Velopático

Carta aberta ao M.A.I.

O anúncio foi feito com toda a pompa e circunstância a que semelhante decisão governativa obrigava; tendo em conta o número de acidentes graves, acidentes menos graves, colisões, cacetadas, porradas, atropelamentos, caos generalizado e evidências de uma mortandade geral nas estradas portuguesas, o M.A.I. (Ministério da Administração Interna), apresentou uma nova proposta de lei que …

Continue lendo Carta aberta ao M.A.I.