Os Senhores do Bikepacking – uma trilogia natalícia – parte II

OS SENHORES DO BIKEPACKING Uma Trilogia Natalícia Parte II - Sabem, acho que sabe a bacalhau. - comentou Mateus. - Achas? A mim sabe-me a polvo. - retorquiu Melchior. - Nada disso, sabe sim a cabrito. - discordou Baltazar. - Pois a mim sabe-me é a litão. - rematou Gaspar. - Litão? - questionaram os …

Continue lendo Os Senhores do Bikepacking – uma trilogia natalícia – parte II

Em Outubro, Cóvides tudo

Em antes de arrancar com mais um arranhar de teclas dedicado à nobre elite strávica que é a Divisão Velopata, ele (o Velopata), sente que é importante deixar aqui uma nota - não deveis esquecer que ele (o Velopata), é licenciado em Biologia (com boas notas e tudo!), logo... Até tem umas noçõezitas de Virologia …

Continue lendo Em Outubro, Cóvides tudo

As Leis de Murphy velocipédicas

Lei de Murphy. Se existe a mais ínfima probabilidade de alguma coisa correr mal... Então correrá pior. Este é um enunciado tão certo como o Ciclismo Profissional ser finalmente um desporto "limpo". Sobre o que Murphy não escreveu (ninguém é perfeito), foram suas desastrosas Leis aplicadas ao contexto velocipédico, como tal, nunca esquecendo que o …

Continue lendo As Leis de Murphy velocipédicas

Aquela publicação de Revelhão

Sempre que o Velopata ou seu heterómónimócoiso com alguém troca impressões sobre a possível colaboração numa prazerosa pedalada, três importantes questões sempre se alevantam; - Que ritmo? - Quanto é que isso tem de Acumulado? - Quantos quilómetros? Ao que invariavelmente, e conhecendo o mui querido leitor a honestidade velopática, a resposta não varia muito; - No …

Continue lendo Aquela publicação de Revelhão

O Campeão do Mundo que afinal não era Campeão do Mundo

O Velopata seguia flagelando suas pernas ao longo do reconhecido segmento strávico "Califórnia-Salir", uma brutal subida de um vírgula vinte e cinco quilómetros de extensão onde a local sinaléctica de trânsito indica uns horríveis dez por cento de inclinação, o Strava indica apenas nove (muito melhor!), no entanto, ele não conseguiu deixar de reflectir como …

Continue lendo O Campeão do Mundo que afinal não era Campeão do Mundo

Divisão Velopata – Carocha de Julho no alcatrão não faz barulho

Bom dia, tarde ou noite, de acordo com a hora a que o mui querido leitor se está a sentar no trono com o telefone esperto na mão, ávido de uma publicação velopática dedicada à nata da nata, a crème de la crème da Velocipedia strávica que compõe esse grandioso clube, a Divisão Velopata. Deveras atrasado, o …

Continue lendo Divisão Velopata – Carocha de Julho no alcatrão não faz barulho

Uma Escapadela Altimétrica – finalmente, o Capítulo Final

- Estás bem? - Não. Ele sente-se que nem um esfregão da louça esquecido ao Sol durante vários dias. -  Pois, costumas subir melhor... - Cada centímetro que ele subiu foi como tentar espremer um litro de água desse esfregão da louça ressequido.   No cume do topo mais em alto de Portugal Continental, a mítica Torre, …

Continue lendo Uma Escapadela Altimétrica – finalmente, o Capítulo Final