Divisão Velopata – Em Janeiro cada carocha com seu carocheiro

O dia é trinta e um de Março deste ano de Nosso Senhor Joaquim Agostinho de dois mil e dezanove. 31. Março. A que horas? Dez horas da manhã. 10. Onde? Germano BiciArte Café. Germano. BiciArte. Café. Em Alte. Inscrições? Dá jeito saber com quantas esfomeadas e sedentas de mins cabeças, o Pedro e a …

Continue lendo Divisão Velopata – Em Janeiro cada carocha com seu carocheiro

Divisão Velopata – Outubro quente traz a carocha no ventre

Epá, ó Velopata, isso da tua aventura da Estrada Nacional 2 foi muito bonito e tal, tu e o Agente da Autoridade Anónimo tiveram muito azar e coiso mas... Onde estão as grandiosas classificações do ainda mais grandioso clube strávico que é a Divisão Velopata referentes a Outubro? - certamente esta tem sido a questão que tem ocupado …

Continue lendo Divisão Velopata – Outubro quente traz a carocha no ventre

Carta aberta ao M.A.I.

O anúncio foi feito com toda a pompa e circunstância a que semelhante decisão governativa obrigava; tendo em conta o número de acidentes graves, acidentes menos graves, colisões, cacetadas, porradas, atropelamentos, caos generalizado e evidências de uma mortandade geral nas estradas portuguesas, o M.A.I. (Ministério da Administração Interna), apresentou uma nova proposta de lei que …

Continue lendo Carta aberta ao M.A.I.

Avaliação velopatóide: Barras, barrinhas, barritas, barróides, géls, géis e coiso da Prozis

Acompanhado pela Srª Velopata e Velopatazinho, o trio velopático seguia pelo corredor de uma grande superfície comercial dedicado aos produtos naturais e biológicos, suplementos alimentares, chop-chop saudável e vegetarianices em geral, quando no interior da sua mixórdia cerebral, o Velopata sentiu um chamamento nunca antes ouvisto. "Aqui! Aqui! Estamos aqui! Leva-nos! Come-nos! Experimenta-nos!" O Velopata observou a multicolorida prateleira à …

Continue lendo Avaliação velopatóide: Barras, barrinhas, barritas, barróides, géls, géis e coiso da Prozis

Porque às vezes há mais que pedalar nessas estradas de peito ao vento e focinho ao sol sofrendo serra acima

O Velopata sabe; o título deste post lembra o leitor dos títulos dos livros do António Lobo Antunes mas em versão literatura fraquinha de bolso ou mesmo de wc, que o Velopata acredita ser o local da casa onde os leitores mais têm contacto com as bizarrias escritas no espaço internético deste vosso amigo. "Eu no Verão pedalo …

Continue lendo Porque às vezes há mais que pedalar nessas estradas de peito ao vento e focinho ao sol sofrendo serra acima