Uma Escapadela Altimétrica – a primeira parte do Capítulo Final

- Tenho quase a certeza, a subida para a Torre pela Covilhã está fechada ao trânsito hoje. A dura realidade das palavras proferidas pela Senhora do Hotel atingia Velopata e Agente da Autoridade Anónimo (AAA), com a potência de um soco no estômago, faces torcidas em esgares que qualquer transeunte connoisseur o identificaria - aquela …

Continue lendo Uma Escapadela Altimétrica – a primeira parte do Capítulo Final

Uma publicação sobre uma não-publicação

Não é desespero. Também não é nervoso. Seja ele miudinho ou graúdo. Será ansiedade? Nos dias que antecedem um Grande Objectivo, uma Grande Volta, a incessante busca do nirvana velocipédico, há algo que o Velopata faz mal. Dormir. O sono recuperador. Atormentado por todos os receios, medos, cagufas e todos os pesadelos que só o cérebro …

Continue lendo Uma publicação sobre uma não-publicação