Consultório Velocipédico Pandémico

Se sobreviver até Outubro deste ano de Nosso Senhor Joaquim Agostinho de 2020, este vosso espaço de referência velointernética celebrará 4 anos de existência. Ao longo destes alucinados anos, milhares de milhões de leitores têm aproveitado toda a magnificiência velopatóide para inspiração mas não só - inúmeras mensagens e emails são enviados diáriamente a este …

Continue lendo Consultório Velocipédico Pandémico

Quarenta

Os copos que não bebi Os discos que não toquei Os poemas que não li Os filmes que nunca vi As canções que não cantei Meus amigos, importante é o sorriso Para seguir viagem Com a coragem que é preciso Não adianta, deitar contas à vida A ternura dos quarenta Não tem conta, nem medida …

Continue lendo Quarenta

A tomada da Mítica EN2 – parte I

O Velopata acordou em Chaves com aquela sensação de garganta escalafrada e aeropenca entupida, fruto das alternantes temperaturas de final de estação veraneante que se fizeram sentir pelo reino dos algarves e arredores, ao contrário dos seus gloriosos tempos de juventude onde acordar nestes trânmites era sintomático de uma véspera de copofonia e fumanço em …

Continue lendo A tomada da Mítica EN2 – parte I