Divisão Velopata – Em Março cada dia chove um pedaço

Tum! Tum! Tum! "O que é isto?" - balbuciou uma atordoada Srª Velopata, agora acordada no sofá do casal velopático por tão estranho som proveniente das profundezas do lar. Tum! Tum! Tum! A inquieta Srª Velopata alevantou-se do sofá e procurou a fonte de tamanho ruído. Encontrou o Velopata prostado sobre as nobres montadas que repousavam nos …

Continue lendo Divisão Velopata – Em Março cada dia chove um pedaço

PMF´s velopáticas

PMF. É o acrónimo português equivalente às FAQ´s dos bifes e cámones. Significa Frequently Asked Questions ou em belo português; Perguntas Mais Frequentes. Ao longo do ciclo de vida deste alucinado espaço velointernético, foram várias as questões que o Velopata recebeu; quer da sua horda de mui queridos e atentos seguidores e leitores, bem como de muitos colegas de métier; civis …

Continue lendo PMF´s velopáticas

Eu continuo a não estar aqui. Isto continua a não acontecer.

O trio Velopata, Srª Velopata e Velopatazinho passeava pela capital algarvia do desenfreado consumo e capitalismo sem lei que é o Fórum Algarve, quando a Srª Velopata decidiu levar o Velopatazinho até uma de entre as muitas lojas de roupa para fêmeas, mais ou menos machos e infantes, conseguindo o Velopata escapulir-se para uma dose …

Continue lendo Eu continuo a não estar aqui. Isto continua a não acontecer.

Chave Dicotómica para identificação de clientes de lojas velocipédicas – Parte III

Agora que já todos atingimos a marca dos 5 quilogramas de peso excessivo findo o período festivo de Natal e Passagem de Ano, o Velopata termina hoje a sua contribuição para a melhoria da qualidade de vida de todos os que habitam nesse ecossistema que são as lojas de especialidade velocipédica, publicando o final da …

Continue lendo Chave Dicotómica para identificação de clientes de lojas velocipédicas – Parte III

O primeiro passeio… Que era uma corrida… Que era um passeio… Que afinal era uma corrida!

Corria o ano de Sua Santidade Joaquim Agostinho de 2013, quando o anúncio de um passeio velocipédico se destacou no feed facebookiano do ainda então velocipédicamente imberbe e maçarico heteromónimocoiso do Velopata. Organizado pela associação Rodactiva, sediada em Castro Marim, essa bela localidade algarvia que o Velopata já conhecia das suas visitas à então desconhecida mas actualmente insuportavelmente atulhada …

Continue lendo O primeiro passeio… Que era uma corrida… Que era um passeio… Que afinal era uma corrida!

Final da Análise anual velopatóide

Abatido. Cabisbaixo. Murcho. Engripado. Adjectivos que descrevem o estado atual do Velopata. Nem tempo tem para os rolos tem e o Cangalho já deu sinal; assim como numa relação conjugal as fêmeas arruínam o tantra queixando-se de falta de atenção, o mesmo ocorre com as bicicletas. Ao mínimo sinal de menor atração pela dureza do selim …

Continue lendo Final da Análise anual velopatóide