Commute Apeado

Zuuummmm, Zuuuummmm, Zuuuummmm.... (fraquinha onomatopeia representativa do som da máquina velopática de auto-tortura, que mais se assemelha a um avião Jumbo alevantando vôo nos confins do lar velopático e que muitos mui queridos leitores reconhecerão sob a nomenclatura técnico-táctica de Rolo de Treino) - Podes parar com isso um bocado? Preciso de falar contigo. - notou a Srª …

Continue lendo Commute Apeado

N.R.I.J.D.V.C.B.B.

Apenas dois sons enchiam o ambiente. Aquela respiração ofegante, própria de quem tenta a todo o custo gladiar com a incansável gravidade, simultâneamente lutando para que um pulmão não salte pelos cantos da boca, e o miserável metrónomo de uma lastimável cadência que há muito tinha perdido o seu vigor - era o conhecido Efeito Malhão; …

Continue lendo N.R.I.J.D.V.C.B.B.

A tomada da Mítica EN2 – parte III

Tendes a certeza que aquilo são relâmpagos? O Velopata questionava o Agente da Autoridade Anónimo numa extenuante luta entre conseguir injectar golfadas de precioso oxigénio nos pulmões tentando não bolsar quiçá até regurgitar as anteriores opções alimentares proporcionadas pela visita ao McDonald´s biseuense forrada pelas sobremesas gentilmente fornecidas por Professor Carochas, no decurso de uma excruciante subida para Fail, incontornável …

Continue lendo A tomada da Mítica EN2 – parte III

A tomada da Mítica EN2 – parte I

O Velopata acordou em Chaves com aquela sensação de garganta escalafrada e aeropenca entupida, fruto das alternantes temperaturas de final de estação veraneante que se fizeram sentir pelo reino dos algarves e arredores, ao contrário dos seus gloriosos tempos de juventude onde acordar nestes trânmites era sintomático de uma véspera de copofonia e fumanço em …

Continue lendo A tomada da Mítica EN2 – parte I

Uma (des)abençoada Cicloperegrinação – o capítulo final que é mesmo final

O Arco do Triunfo Velopático. O relógio digital do Garmin Edge Explorer 830 indicava dez horas e quarenta e cinco minutos da manhã de domingo, dia três do mês de Junho do ano de Nosso Senhor Joaquim Agostinho de 2018, quando se materializou no horizonte velopático aquele que ele apenas pode reconhecer como uma versão …

Continue lendo Uma (des)abençoada Cicloperegrinação – o capítulo final que é mesmo final

Divisão Velopata – A carocha de Julho, no alcatrão não faz barulho

Se palavra existe que descreve o que foi este mês de Julho no seio da elite velocipédica do mais grandioso clube strávico que é a Divisão Velopata, essa palavra é... Revelação. Desde a revelação da existência de mais um marafado por terras de Sua Majestade Brexitiana, que com alergias e asma e maleitas e doenças é capaz …

Continue lendo Divisão Velopata – A carocha de Julho, no alcatrão não faz barulho