Uma questão de pêlo

"Aaaaaiiiii! Socorro!" - gritou a Srª Velopata a uma frequência cardíaca que nem ela sabia ser capaz. Prostados no sofá diante da televisão que ainda não é smart, o Velopata partilhava com o seu mais-que-tudo rebento Velopatazinho ternurentos momentos com os ensinamentos teóricos munidos de exemplos práticos necessários a vencer uma prova World Tour do grandioso nível que …

Continue lendo Uma questão de pêlo

Bambis, Caracóis e Crocodilos – uma aventura ao Alqueva, Parte II

Refeitos dos extenuantes 160 quilómetros pedalados até São Matias, bidons carregados de água e bebida isotónicocoiso, com o pandulho cheio o dueto lançou-se ao alcatrão seguindo as indicações da simpática colaboradora do restaurante (que actualmente já ninguém trabalha em lado nenhum, tudo colabora), habitualmente ignorando a previamente preparada rota do Velopata. Seguia o Falso Lento …

Continue lendo Bambis, Caracóis e Crocodilos – uma aventura ao Alqueva, Parte II

Bambis, Caracóis e Crocodilos – uma aventura ao Alqueva, Parte I

"É já alêm." A.A. informando a distância que falta percorrer até determinado ponto. (A.A. significa Alentejano Anónimo) "Eu sou um gajo optimista." - afirmava o Falso Lento enquanto bebericava uma chávena de café na primeira paragem do dia em Cortelha, ainda nem 30 quilómetros realizados dos 430 planeados. "Tu vais além do optimismo." - rematou o Velopata. "Como …

Continue lendo Bambis, Caracóis e Crocodilos – uma aventura ao Alqueva, Parte I

A última pedalada de 2016

"A minha época já acabou e não estou para sofrer. Hoje é tranquilo." - dizia o gajo, dizimado pelos primeiros membros do grupo que saíram a ressabiar entre eles. Que ciclista não ouviu um comparsa proferir estas palavras? Regra geral, quando estas primeiras desculpas se fazem ouvir no início de uma group ride sabemos que serão esses os …

Continue lendo A última pedalada de 2016