A tomada da Mítica EN2 – a não assim tão épica conclusão

Velopata e Agente da Autoridade Anónimo seguiam lançados de tal maneira que quem os visse jamais acarditaria que ambos os dois haviam cumprido e pedalado os setecentos e trinta e oito vírgula cinco quilómetros da Mítica Estrada Nacional 2 assim, de estalo em um só registo strávico. Frescos e fofos que nem uma alface do Pé de Salsa (são melhores …

Continue lendo A tomada da Mítica EN2 – a não assim tão épica conclusão

A tomada da Mítica EN2 – parte III

Tendes a certeza que aquilo são relâmpagos? O Velopata questionava o Agente da Autoridade Anónimo numa extenuante luta entre conseguir injectar golfadas de precioso oxigénio nos pulmões tentando não bolsar quiçá até regurgitar as anteriores opções alimentares proporcionadas pela visita ao McDonald´s biseuense forrada pelas sobremesas gentilmente fornecidas por Professor Carochas, no decurso de uma excruciante subida para Fail, incontornável …

Continue lendo A tomada da Mítica EN2 – parte III

A tomada da Mítica EN2 – parte II

Se algum dos mui habituais seguidores deste espaço velocibernético visse o Velopata, enquanto ele mais ou menos se sentia a rebolar pelos corredores do humilde estabelecimento de pernoita com uma só estrela, felizmente Michelin, jamais alguém acarditaria que ele era efectivamente o Velopata, esse mundialmente famoso Ciclista de compleição somali pontuado com anorexia nervosa, escassos minutos em antes de se lançar …

Continue lendo A tomada da Mítica EN2 – parte II

Uma (des)abençoada Cicloperegrinação – o capítulo final que é mesmo final

O Arco do Triunfo Velopático. O relógio digital do Garmin Edge Explorer 830 indicava dez horas e quarenta e cinco minutos da manhã de domingo, dia três do mês de Junho do ano de Nosso Senhor Joaquim Agostinho de 2018, quando se materializou no horizonte velopático aquele que ele apenas pode reconhecer como uma versão …

Continue lendo Uma (des)abençoada Cicloperegrinação – o capítulo final que é mesmo final

Divisão Velopata – Pedale por onde pedalar, a carocha há-de vir no São João

"Ó Velopata, porque haveis desaparecido dos registos do nosso clube do Strava, na semana de dia nove a quatorze do mês de Julho do ano de Nosso Senhor Joaquim Agostinho?" Isto foi o que vós não haveis questionado, mui queridos leitores. O Velopata, esse vosso companheiro, palhaço e amigo deste duro circo que é a vida …

Continue lendo Divisão Velopata – Pedale por onde pedalar, a carocha há-de vir no São João

Divisão Velopata – A carocha, Maio a dá e Maio a leva

Parcas letras e palavras que se materializam na tela branca do monitor que logo de seguida são obliteradas para todo o sempre. Não servem, nunca estão boas o suficiente. Um cérebro que teima em não desenvolver, como um cubo de rodas Shimano R500 que, para além de extremamente fraquinhas, já calcorrearam muitos quilómetros. Os esguios …

Continue lendo Divisão Velopata – A carocha, Maio a dá e Maio a leva

Arades e Sobreires – um longo sábado de treino

O Velopata acordou com aquela sensação de vazio cerebral, bafo capaz de trucidar o mais formoso dos malmequeres e a barba molhada, fruto da baba que muito provavelmente escorria devido ao sonho de uma pedalada montado numa lindíssima Cannondale Synapse toda montada em Ultegra. Verdade seja escrita, aquilo não foi bem acordar. Assemelhou-se mais a …

Continue lendo Arades e Sobreires – um longo sábado de treino