Divisão Velopata – A carocha, Maio a dá e Maio a leva

Parcas letras e palavras que se materializam na tela branca do monitor que logo de seguida são obliteradas para todo o sempre. Não servem, nunca estão boas o suficiente. Um cérebro que teima em não desenvolver, como um cubo de rodas Shimano R500 que, para além de extremamente fraquinhas, já calcorrearam muitos quilómetros. Os esguios …

Continue lendo Divisão Velopata – A carocha, Maio a dá e Maio a leva

Divisão Velopata – Em Abril cada carocha dá mil

"Desisti porque comecei a sentir-me cansado." "Uai, como é que é?" "Sim, não estava a correr muito bem e depois comecei a sentir cansaço e achei melhor desistir." Foi com estas blasfemas palavras proferidas por trás do balcão da loja de especialidade velocipédica no Centro do Universo Velopático Conhecido que Lagartixa, aquele que por este …

Continue lendo Divisão Velopata – Em Abril cada carocha dá mil

Dia Mundial do Piquenique Enlatado

Foi na véspera de mais um dia santo velopático, conhecido pelos comuns mortais como o feriado de Primeiro de Maio, que o Velopata, sentindo aquela depressão pré-pedalada que o atinge sempre que observa os mapas strávicos, procurando e desenhando percursos já tantas outras vezes percorridos, uma vã demanda de novas estradas e alcatrão, que a mensagem de …

Continue lendo Dia Mundial do Piquenique Enlatado

Eu não estou aqui. Isto não está a acontecer.

I´m not here. This isn´t happening. Thom Yorke dos Radiohead in How to Disappear Completely, álbum Kid A   666. Diz a cultura apostólica evangelista católica greco-romana coiso (e também berravam esganiçadamente os Iron Maiden), que seiscentos e sessenta e seis é o número da Besta. Como o mui querido leitor por esta hora já estará farto de saber, …

Continue lendo Eu não estou aqui. Isto não está a acontecer.